Arquivo da tag: maré de som

Hoje: noite preta no Chico

Divulgação

 

Sobrinho do veterano violonista sete cordas Francisco Solano, o bandolinista e guitarrista Ronaldo Rodrigues apresenta-se hoje (8), às 20h, no Chico Discos. Black & Tal, o show, tem três momentos distintos.

No primeiro, ao bandolim, com o tio ao sete cordas, reverencia o universo do choro, lembrando seus clássicos – o músico foi entrevistado pela série Chorografia do Maranhão e integra o grupo Novos Chorões, no Rio de Janeiro, onde está radicado desde 2008.

No segundo momento, também ao bandolim, Rodrigues será acompanhado por Orlando Moraes – autor das composições que serão executadas nesta parte do show –, violonista com quem estudou por vários anos, Jeff Soares (contrabaixo) e Stenio Luz (percussão).

No terço final do espetáculo, Rodrigues ataca de guitarra – o músico integrou a Som do Mangue de Beto Ehongue e cia., antes desta virar Nego Ka’apor. Franklin Nazareno (bateria) e Jeff Soares (contrabaixo) acompanham-no por roteiro instrumental de black music.

Atualmente Rodrigues está concluindo a graduação em bandolim pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Os ingressos para esta terceira edição de Black & Tal custam R$ 20,00. Chico Discos tem capacidade para 60 pessoas. A noite terá ainda discotecagem da Maré de Som.

Cinema na feira

Num dos habitats naturais da homenageada, a Feira da Praia Grande, haverá exibição, amanhã (26), às 19h, do doc Xiri meu: eu não dou, de Tairo Lisboa sobre Patativa, compositora cujo disco de estreia deve ser lançado este ano.

Na sequência será exibido Ruas, de Nayra Albuquerque e o cine-feirinha termina com dicotecagem da Maré de Som e Rádio Casarão.

De graça, ótima pedida! Digam aí: tirando suas casas, onde é que vocês podem pegar um cineminha tomando cerveja gelada ou uma temperada com aroeira?