Coerência na lambança

Na página do jornal O Estado do Maranhão na internet, cheguei, via tuiter, à seguinte notícia: Pistas em blog podem ajudar a esclarecer morte de Décio Sá. Publicada hoje (13), às 10h38min, quase uma hora antes de eu acessá-la a partir do microblogue e vir acá tecer estas consideranções, a reação imediata do blogueiro, foi, confesso: “agora contem uma novidade!”.

Li a matéria inteira e seu título é o óbvio ululante, o que mostra a lentidão da polícia do Maranhão: em 10 dias se completam dois meses do assassinato de Décio Sá. O nome da operação da polícia é ridículo: “detonar” era o verbo constantemente usado pelo jornalista para dizer que iria publicar algo contra alguém, ou seja, a Operação Detonando exalta o que havia de mais execrável no ex-funcionário do Sistema Mirante.

Embora a matéria não esteja assinada alguns jornalistas destas plagas deviam cursar Direito: é o primeiro passo para ser juiz. Entre seu título e o parágrafo final há uma contradição: como é que as pistas no blogue podem “ajudar a esclarecer” o assassinato se os assassinos do jornalista serão “apresentados” hoje à tarde durante uma coletiva de imprensa na Secretaria de Estado de Segurança Pública?

Não posso reclamar é da falta de coerência: lambança na polícia, lambança no jornalismo.

2 comentários em “Coerência na lambança

  1. Não vi nenhuma declaração da polícia confirmando que o nome da operação seja uma alusão ao termo “constantemente usado pelo jornalista para dizer que iria publicar algo contra alguém”. Se se confirmar tal alusão, nada impede que ela seja na verdade uma crítica, um sarcasmo de quem batizou a operação com esse nome. Por fim, se os mandantes estão presos, mas a polícia julga que há pontos carentes de mais clareza, as investigações devem prosseguir no sentido de esclarecê-los.

    O que me revolta é que o Estado não investiga os outros homícidios com o mesmo empenho.

  2. murias, acho difícil ser uma crítica, mas irônico ou não, é ridículo. ainda não vi os jornais de hoje (14), mas acho que há muitos pontos ainda a serem esclarecidos, de fato. que as investigações continuem. as prisões feitas não resolvem o caso. concordo: há flavianos, cabeças, guajajaras, ratos 8 e muitos outros com homicídios por apurar. que se faça justiça! abraço!

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s