CINE LABÔ: É SHOW!

Documentários musicais têm feito sucesso em festivais Brasil afora (e como era de se esperar e para não deixar o blogueiro de ser chato, pouca coisa tem chegado aqui). Para lembrar de uns poucos exemplos recentes, cito, de cabeça, Loki, sobre o mutante Arnaldo Baptista (sobre o que já escrevi aqui), Um morcego na porta principal, sobre o gênio Jards Macalê (sobre o que ainda escreverei) e um sobre o eterno malandro Bezerra da Silva (esse ainda não vi, só ouvi falar).

Neste domingo, às 19h, o Cineclube Laborarte (Rua Jansen Müller, 42, Centro) exibe seis curtas, todos abordando personalidades importantes da música brasileira. A sessão é gratuita e o repertório, finíssimo. Abaixo as sinopses que recebi por e-mail (clique nos títulos e leia maiores detalhes no site da Programadora Brasil).

Tim Maia [RJ, 1986, Doc, 14min] Genial, controvertido, maluco, Tim Maia era uma figura especial, renovadora e talentosa da música brasileira. O filme, numa linguagem antiacadêmica, mistura seu papo com sua música, deixando a montagem fluir no swing de Tim.

Walter Franco, muito tudo [SP, 2000, Doc, 25min] Documentário sobre o poeta e compositor paulista Walter Franco.

Mutantes [SP, 1970, Experimental, 7min] Uma brincadeira mutante improvisada por Arnaldo Baptista, Sérgio Dias e Rita Lee – Os Mutantes -, num dia único pelas ruas de São Paulo.

Carioca, suburbano, mulato, malandro – João Nogueira [RJ, 1979, Doc, 13min] Documentário sobre João Nogueira, cantor e compositor popular do Rio de Janeiro.

Heitor dos Prazeres [RJ, 1965, Doc, 14min] Memórias do sambista popular e pintor primitivista Heitor dos Prazeres, em seu ateliê na Cidade Nova, bairro em decadência do Rio de Janeiro, mas ainda vivo nos sambas, nos quadros e nas recordações do artista.

Hermeto campeão [SP, 1981, Doc, 35min] Hermeto Pascoal é incontestavelmente um dos maiores músicos brasileiros. O filme evoca a inspiração, a maneira de compor e os pontos de vista de Hermeto Pascoal sobre a fama, o dinheiro e o trabalho. Hermeto Pascoal toca com os sapos e compõe com as abelhas. Os componentes do conjunto dão um pequeno depoimento sobre o que é trabalhar com ele.

4 comentários em “CINE LABÔ: É SHOW!

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s