DUAS GRANDES MULHERES DA MÚSICA BRASILEIRA

Ignez Perdigão é daquelas artistas que, como muitos no Brasil, não têm o reconhecimento que merecem.

Mas como “ser famosa” é o de menos, ela vai, como podemos dizer, “correndo beirada”. Atualmente integra o Choro na Feira, importantíssimo grupo da cena choro brasileira, formado no Rio de Janeiro, mais precisamente na Feira de Laranjeiras.

Ignez Perdigão, depois de tanto tempo, está em São Luís — a última vez em que apareceu por aqui, acompanhava Mário Lago, em show que o compositor-escritor-ator apresentou por aqui.

Multi-instrumentista (toca cavaquinho, flauta e violão), ela se apresenta sábado no Clube do Choro Recebe, último sarau do ano.

Abaixo, Ignez Perdigão (cavaquinho), aparece ao lado de grandes figuras da música brasileira, como ela própria: Arthur Moreira Lima (piano e apresentação), Paulo Moura (clarinete), Zé da Velha (trombone), Joel Nascimento (bandolim), Luciana Rabello (cavaquinho), o também maranhense João Pedro Borges (violão), Heraldo do Monte (violão), Jorginho do Pandeiro, Zé Menezes (violão tenor) e Raphael Rabello (violão sete cordas), executando o clássico Vibrações, de Jacob do Bandolim, choro que batiza seu mais conhecido disco (a qualidade do áudio não é das melhores, mas trata-se de registro histórico: este vídeo — falo dele, não do disco de Jacob — tem, certamente, mais de 30 anos).

*

E em primeiríssima mão: Lena Machado (a outra grande mulher da música brasileira a que se refere o título deste post) apresenta seu Canto de Feira (sim, o show da Feira de Economia Solidária, cancelado por falta de luz) dia 30 (quarta-feira que vem), às 20h, no Restaurante Cantinho da Estrela (Rua do Giz, 175, Praia Grande, em frente à Praça Valdelino Cécio), espaço que vem se consolidando como importante palco da boa música, em São Luís. A cantora, cujo segundo disco, Samba de Minha Aldeia, ficou mesmo para o começo de 2010 (tal qual o novo livro de Celso Borges), será acompanhada pelOs Pregoeiros: João Eudes (violão sete cordas), Rafael Guterres (cavaquinho), Osmarzinho (saxofone), Wanderson (percussão) e Lazico (percussão). Os ingressos custam apenas R$ 10,00.

Então é isso: sábado, 26, e quarta-feira, 30, não me venha dizer que não tem aonde ir.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s