ÁLBUM DE VIAGEM

No fim de semana que passou não vi um dvd da pilha “inédita” que tenho em casa, não li uma linha de um livro da pilha idem, não cochilei depois do almoço, o que faço costumeiramente. Nada.

Mas tive um weekend bastante gratificante: viajei acompanhando minha esposa, que está realizando pesquisa para sua dissertação no Mestrado em Políticas Públicas da UFMA, que versará entre as relações do agronegócio com o empobrecimento de trabalhadores rurais com a política assistencialista do governo Lula etc.: é mais ou menos isso.

Sábado e domingo rodamos algumas comunidades na região do Baixo Parnaíba maranhense e enquanto ela conversava/entrevistava algumas lideranças comunitárias, ou passávamos por determinados locais, eu ia clicando, além das imagens “sérias”, que servirão ao trabalho dela, algumas imagens “pitorescas”, digamos assim (nesses “desvios” foi que cheguei, por exemplo, ao Cabação).

Aos cliques, pois (com algumas legendas por vezes desnecessárias):

Galinhas entronadas

Cartaz anuncia primeira festa do ano que vem.

Achei engraçado essa pintura no muro do cemitério São Judas Tadeu, em Chapadinha/MA.

Bem como esses pedidos no muro próximo ao portão de entrada do mesmo cemitério.

“Ser moça é fácil, difícil é ser virgem”, no paralama da bicicleta.

Sentido obrigatório, sentido único, sentido!

Já no retorno à ilha: muro do Nhozinho Santos, o estádio municipal.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s