ILESSI ESTREIA EM GRANDE ESTILO

Intérprete competente, Ilessi reúne grandes nomes da música brasileira para registrar a parceria de Pedro Amorim e Paulo César Pinheiro em Brigador.


[Brigador. Ilessi canta Pedro Amorim e Paulo César Pinheiro. Capa. Reprodução]

Parece fácil: cantora reúne composições da parceria Pedro Amorim/ Paulo César Pinheiro, acerca-se de grandes nomes da música brasileira – instrumentistas, que os compositores também o são – e estreia em disco. Seria fácil, fosse uma fórmula. Não é o caso. Em Brigador [CPC-UMES, 2009], Ilessi diz a que veio: intérprete competente, afinada e de extremo bom gosto.

Negra e brasileira, Ilessi canta em A sina do negro: “Mas o negro jogou a dor no vento/ e na força do espírito guerreiro/ fez um canto nascer do seu lamento/ e esse canto hoje embala o mundo inteiro/ (…)/ É por isso que quem sente um desespero/ tem que cantar/ pois não vai ser o último ou o primeiro/ o negro sempre cantou pra não chorar”. Pedro Amorim empresta seu bandolim à faixa.

Acompanhando-a, ao longo das dez faixas do disco, virtuoses como Rogério Caetano (violão sete cordas), Caio Márcio (violão), Jayme Vignoli (cavaquinho), Guto Wirtti (contrabaixo), Thiago da Serrinha (percussão), Marcelo Bernardes (sax tenor, flauta), Luiz Flávio Alcofra (violão), Luciana Rabello (cavaquinho), Cristóvão Bastos (piano, acordeom) e João Lyra (violão, viola), entre outros.

Maurício Carrilho aparece tocando violão em Julgamento, faixa em que é parceiro da dupla: “E se é um crime a gente amar/ levado por forte emoção/ depois de me entregar/ fiz questão de confessar/ que um réu confesso tem o benefício do perdão”. A faixa ganha também a participação da bela e rara voz de Pedro Amorim.

Paulo César Pinheiro atesta em texto no encarte: “Está tudo muito bonito e bem-feito. Sou suspeito pra falar, claro, porque sou parceiro em tudo, mas é o disco que mais ouço ultimamente. E não me canso dele”. Insuspeitos, atestamos: Brigador está entre os melhores discos lançados em 2009.

[Tribuna Cultural, Tribuna do Nordeste, hoje, feriadomingão, aniversário da mana Luziana. Parabéns!]

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s