AINDA IMPERATRIZ

Fiz duas participações na VI Semana Imperatrizense do Livro (e I Feira Regional do Livro e Leitura), em Imperatriz/MA, durante a semana passada: na terça, bati um papo com o escritor carioca João Paulo Cuenca; na quarta, falei sobre blogues e literatura. Na primeira conversa, alunos do ensino médio e do curso de Comunicação da UFMA, com a ilustre presença de Larissa Leda, professora deles, professoramiga minha, querida; na segunda, alunos do ensino médio do Dorgival Pinheiro (salvo melhor juízo o colégio mais antigo de Imperoza) e da “vizinha” Açailândia, além da intervenção poética do grandessíssimo Artur Gomes, em impagável performance. Em ambas, o cerimonial poético de Lilia Diniz, com quem já tinha topado uma ou duas vezes ao vivo, grande amiga que ajudou a dar a cara bonita que os eventos tiveram. Acatando sugestões minhas e “fazendo das tripas coração”, a poeta conseguiu levar/trazer à Imperatriz os já citados Artur Gomes e João Paulo Cuenca, além de Celso Borges e Marcelo Montenegro – infelizmente tive que voltar à São Luís, antes, e não pude vê-los/ouvi-los. Sei de tudo o que Lilia enfrentou para bancar isso tudo e fiz questão de deixar isso claro e agradecê-la publicamente em todas as minhas intervenções. A ela só tenho/temos a agradecer: este post é, também, um abraço de “feliz aniversário!”: ela ‘tá apagando velinhas hoje. Parabéns, Lilia! Tudo de bom, ‘cê merece!

Viajei de trem: queria fazer uma viagem inédita. Troquei os mais ou menos 50 minutos de avião por pouco mais de dez horas de trem entre São Luís e Açailândia – consegui reler o Corpo Presente e O Dia Mastroianni, do Cuenca – e depois mais uma hora e meia de busão até Imperatriz. Aí topei com Lilia, Elizandra, Alexandre, e pouco depois Cuenca chegou e já emendávamos umas cervejas. Depois ele me autografaria os dois livros, mais o em co-autoria Parati para mim.

Artur Gomes me levou ao Ponto do Ó, onde ele, que como eu não conhecia Imperatriz, já havia tomado umas no dia anterior. Conversamos longamente sobre poesia e artes em geral, ele, verdadeira enciclopédia-antologia poética ambulante, o homem que convive com Ademir Assunção, Marcelo Montenegro, Celso Borges, Paulo Stocker, Edvaldo Santana (que baixa em São Luís em dezembro, viu? Fiquem atentos!) e tantos outros, em Sampa, onde não vive – “eu vivo por aí, não tenho paradeiro”, disse-me – conviveu com Paulo Leminski, entre outras feras. Nossos universos particulares tinham muito em comum, ele com uma memória bem melhor que a minha, recita maravilhas, emendando um poema no outro.

Na correria, acabei não conseguindo ouvir o Ondas Literárias ontem. Alguém aí quer contar como foi? E você, leitor, esteve em Imperatriz? Quer contar algo? Se você tiver fotos, agradeço o envio para meu e-mail: zemaribeiro@gmail.com

CB e Artur Gomes devem subir até São Luís e a gente deve se topar por aqui. Aí, noutro post, conto a aventura poetilírica.

*

IMAGENS VALEM MAIS QUE MIL POSTS


[O blogueiro conversa com João Paulo Cuenca. Foto: Lilia Diniz]


[Cuenca lê um trecho de O Dia Mastroianni. Foto: Lilia Diniz]


[Rozany, estudante da UFMA, entre Cuenca e o blogueiro]


[Lilia entre o blogueiro e Cuenca]


[Larissa Leda entre o blogueiro e Cuenca]


[Elizandra entre o blogueiro e Cuenca]


[O por do sol na Beira Rio. Do lado de cá da câmera, nós tomando cerveja. Foto: João Paulo Cuenca]


[O blogueiro falando no Dorgival Pinheiro. Foto: Lilia Diniz]


[Depois, com Artur Gomes, tomando cerveja no Ponto do Ó. Foto: Elma, garçonete do lugar]


[Lilia Diniz lança o livro-conto Ao que vai chegar, enquanto eu tinha que sair correndo para pegar um táxi até a rodoviária para pegar o ônibus que me traria de volta à São Luís. Foto do blogueiro]

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

4 comentários em “AINDA IMPERATRIZ”

  1. Olá, Zema. Sou uma das alunas do ensino médio de Açailândia que assistiu a conversa sobre blogs na escola Dorgival Pinheiro. Adorei seu blog. Se puder olhe o meu também. Um abraço!

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: