CHE

Ontem terminou a Semana Che. O MST organizou um show com vários nomes: Cesar Teixeira, Joãozinho Ribeiro, Lena Machado, Fátima Passarinho, Lobo de Siribeira, Daiane, Bruno Gueiros, Totó Sampaio, Japona e outros que eu não vi (cheguei atrasado) ou não lembro (emoção e falta de bloco nas mãos).

Assim vale usar o nome/imagem de Guevara, que completaria 80 anos em 2008. Merecida homenagem a uma figura importantíssima e eterna.

Na platéia do circo armado na Feira do Livro, entre tanta gente que eu gosto (Graziela, Colombo, os artistas já citados, Zaira, Iguaracira, Jordânia, Aglesson, Laura e outros e outras), lembrei do poema abaixo, que também presta homenagem a Guevara, citando momento infeliz da publicidade brasileira (há muitos momentos assim, não é?). De Ademir Assunção (in Zona Branca, Altana, 2001)

ANTI-ODE AOS PUBLICITÁRIOS
(DE UM GUERRILHEIRO MORTO EM COMBATE)

Tanto negócio e tanto negociante.
Gregório de Matos

querer eu quero
que vocês morram

sufocados em nuvens
de inseticidas

talvez limpóis, bombris
e bemdefuntos

como baratas que comem
as próprias patas

olhos vendados
com vendas garantidas

e uma estaca
cravada no prepúcio

assim eu possa
propagar em outdoor

a dor de um jovem
promissor e sanguessuga:

aqui jaz um bom rapaz
cuja vida se reduz a um anúncio

NOTA: Poema especialmente dedicado aos publicitários que usaram a imagem de Ernesto Che Guevara (morto por balas de metralhadora, no meio da selva boliviana) em anúncio do detergente Limpol, no ano da graça de 1.998.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s