blogues novos

não, não estou mudando de endereço. poucos mas fiéis leitores continuarão me achando por aqui. o lance é outro: que a grande maioria dos jornais ludovicenses não passa de verdadeiros varais de releases, disso já sabemos e eu já ando, em ordem alfabética, cansado, careca e chato de falar. para facilitar-nos (s) as vidas (a minha e a daqueles que recebem constantemente e-mails meus, jornalistas ou não), criei o (queriam nome mais apropriado?) varal de releases, que atende no endereço http://releaszema.wordpress.com e será destinado à publicação desta parte de minha produção.

a idéia da linha de endereço, ‘tá, eu não precisava ser chato e explicar e estragar tudo, é brincar com a palavra release, juntando-a ao nome com que assino (deixa eu deixar isso claro, mais uma vez, antes que apareça, mais uma vez, algum sem nada melhor para fazer dizendo que eu não me chamo zema), além de (quase-)criar o (quase-)trocadilho reles zema, do que eu não passo.

é isso: um reles zema. é o que sou.

*

também estreou na blogosfera o professor-querido-amigo ed wilson araújo, já devidamente linkado aí ao lado. bem vindo ao clube, rapá! já não era sem tempo.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s