clube do choro recebe

releases e algos parecidos, nestes últimos dias. foi legal o lançamento do plano editorial, ontem. talvez eu escreva sobre, depois. release? abaixo, mais um. e devo dizer: este blogue é licenciado em creative commons. isto é: você pode pegar a informação daqui, colar no seu e-mail e distribuir ao mundo ou imprimir e sair pregando por aí, enfim. você não paga nada. então? e apareça(m) sábado, lá, ó!

já tá no overmundo, viu?

@

À boca da noite, o Clube do Choro recebe Léo Espirro

Com o propósito de integrar chorões de novas e antigas gerações, tem início neste sábado, às 18h30min, no terraço do Chico Canhoto Bar e Restaurante (por trás do Hiper Mateus da Cohama), os saraus do Clube do Choro do Maranhão.

A idéia é possibilitar um espaço para o encontro e troca de experiências dos mais tradicionais chorões com os chorões mais jovens. Em São Luís, depois da fundação do Clube do Choro, têm surgido vários grupamentos de choro, na sua maioria, integrados por jovens. Os grupos Um a Zero, Toque Brasileiro e Chorando Calado são exemplos dessa jovialidade que o choro experimenta, que vai além da idade dos seus integrantes, mas se expressa na forma de tocar da garotada, no estilo que incorpora novas informações e novas influências.

No interior do estado já se tem notícias do interesse da juventude pelo gênero. Bequimão, cidade da baixada maranhense, já se orgulha da existência do mais jovem grupo de choro do Maranhão, o Naquele Tempo, integrado por meninos e meninas entre 14 e 18 anos.

Tudo isso, somado aos já tradicionais Regional Tira Teima e Instrumental Pixinguinha, que há muito vêm desenvolvendo e fortalecendo a movimentação da cena choro no estado, revelam a força e a capacidade de resistência e renovação do gênero em terras maranhenses. Isso sem falar nos diversos instrumentistas espalhados pela capital e interior do Maranhão que cultivam o gosto e a prática dessa linguagem instrumental tão brasileira. Hoje, por exemplo, já é possível encontrar rodas de choro na Ilha quase todos os dias da semana. Mas não é só isso. A força do gênero vai além.

O Choro, enquanto gênero e influência musical, está presente nas criações dos nossos grandes compositores. Figuras como Chico Maranhão, Josias Sobrinho, Cesar Teixeira, Joãozinho Ribeiro, Chico Saldanha, Chico Canhoto, Antônio Vieira, Lopes Bogéa, Cristóvão Alô Brasil, Bibi Silva, e muitos outros, têm em suas obras, influências chorísticas muito claras. Seja criando choros assumidamente ou incorporando elementos do gênero em suas composições e sobretudo, adotando a base instrumental típica do gênero.

Daí a necessidade de fortalecer também a relação do gênero Choro com a produção da música popular no Maranhão. Os saraus de sábado à boca da noite trazem essa estratégia. Todos os sábados, além dos diversos grupos e chorões outros, haverá sempre a presença de um convidado especial da nossa música popular cantada. Léo Espirro, uma das maiores vozes da nossa música, será o primeiro grande homenageado das rodas de choro de sábado.

Espirro é nome consagrado no meio musical e boêmio da Ilha, já tendo participado da gravação de vários discos, como o de Músicas de Escolas de Samba e o Memória – Música no Maranhão. Foi ainda premiado como melhor intérprete em diversos festivais comunitários de música. Dentre os gêneros que Léo Espirro gosta de cantar estão o Samba-canção, a Bossa Nova e o Choro.

Serviço

O quê: Clube do Choro recebe Léo Espirro em grande roda de choro com representantes de vários grupos e chorões;
Onde: Chico Canhoto Bar e Restaurante (Residencial São Domingos, por trás do Hiper Mateus da Cohama);
Quando: Sábado, 1º. de setembro, às 18h30min;
Quanto: Couvert artístico de R$ 3,00 por pessoa;
Informações: pelo e-mail ricochoro@hotmail.com ou celular (98) 9128-6278 (com Ricarte).

2 comentários em “clube do choro recebe

  1. Valeu, seu Zema. Continui a emprestar sua “caneta” à divulgação e fortalecimento de uma boa causa: a popularização do chorinho por essa bandas de cá.Já que o encontro musical do dia primeiro será no “terreiro de casa”, já está decidido, vou marcar ponto.Até por lá, rapaz!Aniceto Neto.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s