filme delicado (e bonito)

Se há uma frase que pode traduzir Crime Delicado, o filme (é válido frisar, já que se trata de adaptação do livro homônimo de Sérgio Sant’anna), é “o amor sempre vence”.

Um dos personagens, por detrás do balcão de algum comércio (para não dizer boteco), diz, tentando definir sua vida em uma frase, uma só palavra: “eu não preciso de uma frase. Preciso de uma palavra. Errei”.

É impagável ver Xico Sá sentado entre dois travecos (sem preconceitos, prezados politicamente corretos), trocando juras de amor com um deles, enquanto toma mais um copo (mais Xico fora do jornalismo, aqui e aqui).

O filme fica em cartaz no Cine Praia Grande (Centro de Criatividade Odylo Costa, filho) até o dia 2 de setembro. Sessões: 16h30min, 18h30min e 21h. Ingressos: R$ 4,00 (R$ 2,00 para estudantes com carteira); R$ 1,00 para todos, aos domingos.

4 comentários em “filme delicado (e bonito)

  1. Eu assisti “Crime Delicado” há um ano atrás no Cine Metrópolis, na UFES. Quem protagonizava era Marco Ricca e uma outra atriz que não conheço. Ele está em cartaz só agora aí, ou não estamos falando do mesmo filme? Afinal, este que assisti também foi baseado na obra de Sérgio Sant’anna.bjoO bjoO

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s