ontem (ou: alegrias e tristezas)

a feira da cidade, evento mensal que toma conta da praça maria aragão, é sempre um espaço interessante. mercadorias diversas (ímãs de geladeira, roupas, artigos de decoração, alimentos etc.) a preços justos. ontem, havia algo de diferente: um grupo de choro (que não consegui identificar, embora não tenha feito um esforço maior, é verdade) animava a noite. achei perfeito. as pessoas circulavam entre as barracas ouvindo chorinho. faltou a organização do evento permitir que os artistas fossem vistos: a disposição das caixas de som sobre o palco não ajudava. faltou também um maior número de lixeiras espalhadas pela praça.

*

o sinal fecha, mais de dez da noite. carro parado. do banco de trás, vemos um negro corpulento socar a cabeça da pequena mulher, também negra. e o estômago. e novamente a cabeça. o ritmo era lento, como se ele esperasse que ela curtisse melhor a dor de cada pancada. lento e cadenciado. o sinal fechado. a delegacia, a poucos passos de distância. como o sinal, fechada.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s