Maranhenses são destaque no UOL

[Diário Cultural de domingo, 11/12/2005]

Blogue: aportuguesamento de blog. Blog: abreviatura de weblog. Weblog: diário na rede, ao pé da letra. Surgidos com esta característica, os blogues são, hoje, mais que isso. Espaço para divulgação de opiniões (com independência), trabalhos em construção, prática de jornalismo, enfim: um vasto mundo com muito ainda por ser desvendado.
Com a recente indicação de dois blogues maranhenses na página Blogs Legais, doUOL, um dos maiores provedores da internet brasileira, esta coluna dedica-se a apresentar alguns endereços interessantes, produzidos por aqui. O assunto é vasto e não se esgota aqui, portanto, voltaremos a ele a qualquer momento. Por hoje, nos limitaremos a São Luís (e mesmo assim não conseguiremos escrever sobre tudo o que se produz aqui, até por não ser esta a nossa pretensão). Em tempo: os blogues indicados no UOL foram o Blog do Kenard e este Shopping Brazil.

O Trompetista Gago

Começo por minha leitura diária obrigatória. Quem acessar o “Olho de Boi”, perceberá uma lista de links por lá; são coisas que leio sempre. Como não sigo ordem alfabética, nem consigo ler todos, todos os dias, O Trompetista Gago é a minha leitura inicial (mas não é aperitivo: é prato principal). Escrito por Reuben, estudante de Comunicação Social (UFMA), competente poeta, de senso crítico afinado; estagiário do programa Itaú Cultural (Jornalismo Cultural), ele está escrevendo também (sobre poesia) emhttp://barulhos.zip.net, espaço temporário para exercícios do estágio.

Entretanto

Apesar de nascida no Rio de Janeiro, considero Carolina Libério uma das melhores poetisas maranhenses contemporâneas. Quem quiser comprovar, basta visitar seuEntretanto. Concisa e certeira, lá você encontra coisas assim: “meus olhos / amarelando imagens” (foto antiga) e muito mais.

O Caminho do Meio

Com influências várias, que vão de Jorge Luís Borges a Beatles, passando por Snoopy, eis outra poetisa interessante: Gisele Brasil. Quem visitar o seu blogue vai emocionar-se com poemas como “Lucy in the sky with diamonds” (um dos meus prediletos, de minha antologia pessoal).

Poesia Papangu

José Patrício Neto é dos “cabras” mais sinceros que já conheci. Crítico ao extremo, tem competência para tal, e não se importa em desagradar com suas opiniões ou abalar amizades. Não tece loas gratuitas e segue escrevendo sua poesia papangu, que deve virar livro (homônimo) em breve. Apesar de não atualizado constantemente, seu blogue merece visitas constantes.

canção desesperada

minha canção
desesperada
pode até não dizer nada
mas não é esta a intenção

quer bater
o pó da estrada
e se fazer
cantada

quer matar
a saudade
e de verdade
assumir te amar

quer morrer
de amor
no calor
de querer

-te mais que deve
de querer-te mais
que o som dos ais
que já teve

que gritar.
minha canção
(desesperar
mais não)

quer também
te fazer feliz
(olha, eu sempre quis
ser teu bem)

minha canção
desesperada
(agoniado
coração)

quer te fazer
contente
e assim a gente
ser um só ser

(minha canção
desesperada
quer saber de mais nada
não:

minha canção desesperada
garganta já um tanto cansada
só quer saber
de te ter)

ilha, 12/12/2005

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s