Mariana Bradford

Em agosto, essa carioquinha escreveu em seu blogue sobre o livreto “Uma crônica e um punhado de poemas de amor crônico”. Texto elogioso, me fez contente enfim. Sincero, sei. E ela terminava o post assim: “Ah, como invejo quem sabe escrever poemas!”. E viamessenger, a gente conversava, e eu sempre elogiava a prosa dela (link ao lado, confiram!) e pedia que me mandasse poemas, o que nunca fez. Pois achei o rápido abaixo por lá e o copiei aqui.

CORROMPIDA

Menina atrevida
Fez de tua rosa
Cor rompida

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s