Saudades…

Saudades de Gisele Brasil. Acho que a gente devia se encontrar mais e bater mais papo. Minha confidente e conselheira, mesmo antes de nos conhecermos, carne e osso. E alma. Ela e Jana. A Jana Lobo. Por quem estou esperando, ainda, com uma garrafa de vinho para abrir o Água e Vinho, do Gismonti. Saudades de Carolina Libério e de sua poesia, curta e certeira. Matadora, no bom sentido. (Ei, tô com um presente pra ti, recebeste a mensagem no celular?). Saudades de Reuben, apesar de ter passado a tarde com ele numa livraria. Saudades de Zé Patrício Neto, que nunca mais blogou. Agora tá fazendo uns vídeo-poemas que, tenho certeza, são bons, mas ainda não pude/consegui ver. Saudades de Celso Borges, CB, que se revelou muito mais do que tudo o que eu esperava. Saudades de Bruno Barata e Pataugaza e daquela cerveja em início de tarde, com Mestre Patinho, na esquina de São Pantaleão com Misericórdia (precisamos repetir isso, turma!). Saudades de Eduardo Júlio (essa saudade eu mato daqui a pouco n’A Vida é uma Festa!). Saudades de mim mesmo. Saudades de Ellen Carol, embora nos vejamos quase todos os dias. Saudades de sexo com amor. Saudades da infância, quiçá lá eu fui feliz…

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s