Acabou a eleição lançada pelo Idelber Avelar (link ao lado, O Biscoito Fino e A Massa). O grande vencedor foi A Tábua de Esmeraldas, Jorge Ben de 1974. Cliquem aqui para ver a lista completa. Entre os 30 mais votados, somente dois figuram em minha lista: Acabou Chorare (1972), dos Novos Baianos em 20º lugar, e Olho de Peixe (1993) de Lenine e Marcos Suzano, em 22º lugar.

Autor: Zema Ribeiro

Homem de vícios antigos, ainda compra livros, discos e jornais. Pai do José Antonio. Apresenta o Balaio Cultural (com Gisa Franco, aos sábados, das 13h às 15h, na Rádio Timbira AM). Coautor de "Chorografia do Maranhão" (Pitomba!, 2018) e autor de "Penúltima página: Cultura no Vias de Fato" (Passagens, 2020). Antifascista.

diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: