AO MESTRE COM CARINHO

E ontem foi aniversário dele. O homem que batizou-me Zema. Trabalhamos juntos no Banco do Nordeste; ele permanece por lá, desempenhando as funções de Agente de Desenvolvimento, na agência de Pinheiro/MA. Exímio músico, Gildomar Marinho prepara seu primeiro disco, “Olho de Boi”, que batizou uma lista eletrônica editada por mim entre outubro de 2002 e dezembro de 2003.

Com vocês, dois poemas que cometi tempos atrás.

Gildomar

Gosto de fazer

Isso que faço

Legar-te espaço

Deixar-te fluir

O sumo e o bagaço

Melaço e amargor

Agua que aplaca a sede

Riacho que não secou





Ao Mestre com Carinho

Batizado pela poesia

Sou tão filho de Deus

Quanto os que foram à pia

O padre que me batizou

Não usa saias:

É a própria poesia

Vestida de homem


diga lá! não precisa concordar com o blogue. comentários grosseiros e/ou anônimos serão apagados

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s